quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Creme de Pasteleiro, de ovos, farinha, leite e açúcar a QUÍMICOS!!

Não é de agora, mas a Engenharia Alimentar anda a tomar conta de tudo que é artigos de panificação e de pastelaria.

Pois é, longe vão os tempos em que comíamos um bolo com creme de pasteleiro e este era feito com ovos, leite, farinha e açúcar. Já de si um atentado pela quantidade de açúcar e gluten, mas até aqui o publico não era enganado, pois ao comer um bolo com este tipo de cremes, o consumidor sabia que a quantidade de farinha e açúcar era grande.

Decidi fazer este post, porque as regras do jogo mudaram e o consumidor final é agora enganado.

Para piorar, entraram em acção os Engenheiros alimentares para dar lucro às empresas e para tornar simples e pratico a confecção destes cremes e bolos, isto claro sem dar o mínimo de atenção à saúde da população. Se não acredita, veja com os seus olhos.


Pergunto-me eu, onde estão os Ovinhos nestes ingredientes? O creme continua amarelinho, mas se não é da gema, do que será então? O truque aqui é esse corante E160b, Rocú (corante amarelo), torna o creme mais atractivo, menos dispendioso a nível financeiro e mais fácil a sua preparação quando comparada com a gema de ovo. Um alimento mais colorido e vistoso aumenta o nosso prazer em consumi-lo, disso não há dúvida.

Há vários anos que a engenharia alimentar vem colorindo os alimentos para torná-los mais atractivos e saborosos mas o emprego de corantes químicos é um dos mais polémicos avanços da indústria de alimentos devido à sua toxicidade, vários estudos têm sido realizados para verificar os efeitos nocivos ao homem, já que esses aditivos não são totalmente inofensivos à saúde.  Os corantes podem causar desde simples urticá-
rias, passando por asma e reacções imunológicas, chegando até ao cancro em animais de laboratórios.

Comer uma Bola de Berlim com creme, é comer cada vez mais um "alimento" carregado de químicos. Se antigamente o problema eram o açúcar e farinha. Agora a receita tomou proporções catastróficas a nível da saúde. Quer se queira ou não, comer este "lixo tóxico" irá fazer mossa na sua saúde e com ela virá uma factura que muitos irão ter de pagar.


O caso mudou de figura e para muito pior.
Gorduras hidrogenadas, açúcares de milho, xaropes de glucose, sal, e um sem fim de químicos como aromatizantes, conservantes, espessantes, antiaglomerantes, emulsionantes, etc etc etc são agora os constituintes deste tipo de bolos. A lista é extensa e cheia de ingredientes que o nosso organismo não consegue sequer identificar.

Já nem falo nos macro nutrientes deste produto, que com certeza será baixíssimo em proteína e rico em açúcares refinados e gorduras hidrogenadas. O problema é ainda mais grave e ultrapassa essa barreira.

O conselho que deixo aos nossos leitores é que deixem de comer este tipo de bolos e de alimentos industrializados. Há já imensas alternativas e receitas para bolos com ingredientes saudáveis.

A boa notícia é que má qualidade de bolos que há nas pastelarias, aguçou a perícia a pessoas que como eu se preocupam com a saúde. Neste momento há um blog [MasterMúsculos], que acho fabuloso e que se encarrega de nos ensinar a preparar bolos com ingredientes de qualidade.
Posso mesmo dizer que ando viciado nestas receitas. Deixo aqui o link do mesmo!

7 comentários:

  1. Muito bom artigo! Continua com este excelente trabalho!
    Podias criar uma pagina no facebook para quando postares algo no blog ser mais facil as pessoas saberem.

    Com os melhores cumprimentos,
    Nuno Costa

    ResponderEliminar
  2. Concordo com o nuno! keep up!

    ResponderEliminar
  3. queres bolas com cremesinho de ovo vai ao natário de viana q sao frescas...agora se queres bolas de berlim com ovo nas prateleiras com um maior tempo de prateleira sem se estragar nao convem por ovos. E se fosses inteligente sabias q um corante alimentar nas devidas condições e devidas doses nao têm efeito nenhum na saude muito menos q nao seja benéfico..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Pedro, antes de mais obrigado pelo tua participação. Este tipo de cremes e bolos até aqui podia ter qualquer tipo de ingrediente que pouca gente sabia sequer o que estava a comer. Com o teu comentário talvez seja o início de algo bom...talvez as pessoas se questionem mais com o que estão a comer, pois há crianças a comer deste tipo de alimentos o dia todo. Uma certeza te deixo, comer bolos destes, ou outros alimentos industrializados todos os dias fará de qualquer pessoa, um alvo perfeito para virem a sofrer de doenças metabólicas e isto não é fantasia, é realidade.

      Posso ter alguma falta de inteligência, mas compenso com muito esforço e muita leitura, neste caso cientifica, Os corantes podem causar desde simples urticárias, passando por asma e reacções imunológicas, chegando
      até ao cancro em animais de laboratórios.
      BEAUDOUIN, E. et al. Food anaphylaxis following
      ingestion of carmine. Ann. Allergy Asthma Immunol.
      LEDERER, J. Alimentação e câncer, São Paulo: Manole
      Dois, 1990
      PÉREZ-URQUIZA, M.; BELTRÁN, J. L. Determination of
      dyes in foodstuffs by capillary zone electrophoresis. J.
      Chromatogr. A, v. 898, p. 271-275, 2000.
      RING, J.; BROCKOW, K.; BEHRENDT, H. Adverse Reactions to Foods. J.Chromatogr.

      Eliminar
    2. Pedro, continuas a não perceber o básico! Que é, para a saúde das pessoas pouco importa se as Bolas de Berlim duram dois ou cinco ou vinte dias na prateleira. O que não é admissível é que se coloque em causa a saúde para que a pastelaria tenha mais tempo para vender os bolos sem que para isso tenha quebras.
      O post está fantástico, deixem de comer este tipo de alimentos...and live longer!

      Eliminar
    3. Um corante aqui, um conservante ali, e a pouco e pouco lá temos a nossa alimentação carregada destes venenos. Um corante ou conservante numa dose idónea (vá-se lá saber qual) é inofensivo! pois é, ou seria se as pessoas se limitassem a comer apenas um alimento por com um químico desses por dia! O problema é que esse químico vem na bola de Berlim, vem no creme, vem no pão, vem na bolacha, vem no iogurte, vem no sumo, no doce de fruta, vem até naquilo que nem imaginamos e o que seria uma dose inofensiva passa a ser uma dose mortal! Químicos destes, somados aos anabolizantes, antibióticos, pesticidas e demais maleitas usadas para aumentar a produção e lucro dos produtores são de facto venenos para a saúde de qualquer um, e quem não vê ou não quer ver isso não tem o direito de por em causa a inteligência de ninguém! devia sim era ESTUDAR!!!... Fantástico blogue e estupendo artigo, já trabalhei alguns anos em pastelaria e bati muito creme de pasteleiro instantâneo e tenho a dizer que também se estraga rapidamente se não for conservado convenientemente! Só quem nunca provou um verdadeiro creme pasteleiro é que pode gostar de tal aberração!... São comentários como o teu Pedro que me dão força para continuar a informar-me e não ser mais uma ovelhinha do rebanho que segue cegamente o que o Deus Industria Alimentar diz! Paz a todos e felicidades ao Blogue! Muito Top!

      Eliminar
  4. Um corante nas devidas condições e devidas doses não tem efeito nenhum na saúde se for apenas de uma bola de berlim. E são uma minoria as pessoas que fazem uma alimentação completamente saudável e ingerem um bolo com creme de quando em vez. Portanto a maioria da população come bolos todos os dias, pão, produtos industrializados, cheios de conservantes e outros químicos. Estas doses sim são prejudiciais à saúde. E como é necessário começar por algum lado começa-se pelos doce. Façam bolos frescos diariamente e os químicos são dispensáveis. Em casa todos fazemos bolos e por vezes pão, de maneira simples e com ingredientes "limpos". Se acreditarmos conseguimos transpor esta ideia numa pastelaria ou padaria mais artesanal. So que os princípios perdem-se pelo caminho quando o negócio fala mais alto.
    Autor do blogue, continue com o excelente trabalho, pois já chega de todos termos palas e máscaras e se achar que tudo é inofensivo porque é usado em doses controladas.

    ResponderEliminar