segunda-feira, 7 de julho de 2014

|Glicerol/Glicerina| De culturistas a maratonistas, todos têm a ganhar

O glicerol é uma pequena molécula orgânica que se apresenta como um líquido viscoso incolor e inodoro e que não é mais que uma combinação de açúcar e álcool. 


Sendo ainda um suplemento desconhecido do grande público, a Glicerina ou Glicerol (pode ser chamado das duas maneiras) está no foco dos atletas de fundo por ter a capacidade de criar um estado de hiper-hidratação.


A toma de glicerol não é novidade para atletas Olímpicos, já em de Atenas 2004 num clima quente, a maratonista Americana Deena Kastor usou glicerol.

Em climas especialmente quentes e húmidos o suor não evapora facilmente e por isso, o corpo transpira mais. O volume de sangue cai, e o corpo tem que fazer uma escolha: desviar o sangue para a pele para arrefecer ou desviá-la para os músculos para o melhorar o desempenho e o que simplesmente acontece é que o sangue é desviado para a pele. Como resultado disso o atleta fica mais lento, fatigado e desidratado. 
Seria de esperar que beber água a mais antes do treino resolvesse a questão, mas isso simplesmente não funciona, pois o consumo de uma grande quantidade de água aumenta o volume de sangue e o corpo responde...urinando. É aqui que entra o glicerol, em que cada molécula de glicerina tem a capacidade de absorver três moléculas de água. O resultado traduz-se numa maior quantidade de água disponível na massa muscular, reduzindo deste modo a fadiga, desidratação e o risco de lesão.

Há até estudos ver aqui a referir que a combinação de Glicerol com Creatina, diminui a tensão térmica e o esforço cardiovascular, mostrando estes dois suplementos serem eficazes no processo de hiper hidratação


 Frequência cardíaca (FC) durante o exercício em 10 e 35° C antes (círculos pretos) e depois (círculos brancos) da suplementação com glicerol e creatina. 
O novo achado deste estudo é que uma estratégia de carregamento de água antes do exercício previamente estabelecido usando uma combinação de agentes hidratantes como Creatina e o Glicerol que aumentaram significativamente compartimentos de água do corpo e redução cardiovascular durante o treino em altas temperaturas.

Não querendo especular mais acerca desse assunto, mas não teriam muito a ganhar os jogadores da nossa selecção de futebol em usar estes estudos científicos em prol dos seus objectivos, numa altura em que tanto se falou das altas temperaturas e da desidratação a que estavam sujeitos neste campeonato do mundo no Brasil??? 

Já no culturismo, o glicerol é usado principalmente como um suplemento para tomar antes de uma competição para remover a água dos tecidos periféricos e forçar o corpo a armazenar a água extra no sangue e deste modo a evitar a desidratação muscular permitindo assim melhorar a definição muscular sem desidratar o atleta (a maioria dos diuréticos puxa a água e os electrólitos para fora do corpo através da urina).

Sem comentários:

Enviar um comentário