Pão Sporty...O teu pão fitness!

Antes de mais quero começar por dizer que este não será o pior pão do mundo, assim como há que dizer que é melhor que qualquer alimento ultra processado, mas convém sublinhar que este produto alimentar não deve ser parte importante da dieta de nenhum ser humano, daí não perceber o "barulho" nem as alegações de saúde ou de fitness (seja lá o que isso quer dizer) em volta dele.
Pão Sporty...é fitness??
Os slogans para os vendedores de Pão (sobretudo este tipo de Pão de forma que é vendido por grandes empresas e não estando a falar apenas neste caso especifico) são sempre os mesmos:
"É necessário comer 6-10 porções de cereais por dia"
"Uma dieta equilibrada, variada e moderada deve incluir cerca de 50% de Hidratos de Carbono"
"O Pão é rico em fibra"
(omitido fica o facto que é a fibra solúvel proveniente de frutas e vegetais que são as mais importantes para a nossa saúde! Cereais, com a excepção da aveia, fornecem principalmente fibras insolúveis, que têm menos benefícios.)
"Fonte de Proteína" (A principal fonte de proteína deste produto alimentar é o gluten e sabe-se os problemas que esta proteína pode trazer à nossa microbiota e o "gatilho" que pode ser para doenças auto-imunes em pessoas geneticamente predispostas . Além disso todas as proteínas vegetais contidas aqui, têm:
< Valor Biológico
< Digestibilidade
< Aminoácidos Essenciais
< Teor de Leucina

Que as proteínas animais! Por exemplo: 3 Ovos têm cerca de 20g de Proteína com cerca de 9g de A.A. essenciais e é o suficiente para maximizar a síntese proteica (1), ao contrário deste pão que nem com 150g lá chega, com os prejuízos de consumir tanta quantidade de cereais!
É verdade, devemos comer menos Pão e cereais do que em média cada Português consome. Em Portugal o consumo de pão encabeça a lista dos alimentos mais consumidos diariamente.

Nem humanos nem outros animais podem viver exclusivamente de cereais sem risco de deficiência nutricional de Niacina, Vit. B1, Vit. C, Beta-Caroteno, Zinco, Magnesio, Ferro, etc. Mesmo com uma dieta que forneça "apenas" metade das calorias fornecidas por cereais, ainda existe o risco de desenvolver deficiências grandes para certos nutrientes. À medida que adicionamos cereais à nossa dieta, eles tendem a deslocar as calorias que seriam fornecidas por outros alimentos (carnes, peixes, frutas e vegetais) e, consequentemente, perturbam o equilíbrio nutricional. Os Cereais, sobretudo os integrais, têm uma grande quantidade de Anti-Nutrientes que podem ser tóxicos e anti-nutricionais como: inibidores da alfa amilase, Inibidores de proteases, lectinas. São também o agente ambiental causador de pelo menos uma doença auto-imune: Doença Celíaca
Mesmo que os cereais, em particular os grãos integrais sejam mais nutritivos do que alimentos ultra processados (embora também são os que têm mais anti-nutrientes), eles ainda parecem ser capazes de danificar a nossa saúde em vários aspectos (2)
Os cereais têm um baixo teor de água e, portanto, são altamente concentrados em energia e baixos em micronutrientes, o que potencialmente explica por que eles parecem contribuir para a sobrealimentação do gado, animais domésticos e mesmo humanos.
Contudo este Pão Sporty não são apenas cereais já que contêm aditivos alimentares que visam melhorar a textura e o sabor, como são o caso do Espessante, Emulsionante (que são desreguladores da barreira intestinal. (3)) e a Glicose (açúcar), presente na lista de ingredientes.
Em especial ênfase para:
Diacetyltartaric acid esters of mono-and diglycerides (4.)
Ingredientes:
Farinha de trigo integral, água, glúten de trigo, fibra de trigo, milho, carbonato de cálcio, sementes de girassol, sementes de espelta, sementes de linhaça, levedura, sal, trigo sarraceno, flocos de aveia, farinha de malte de cevada, espessante (E-466), emulsionante (E-471 e E-472e), glicose e agente de tratamento da farinha.
Observações:
- Se procura boas fontes de proteína, prefira: Whey Protein, Carne, Peixe, Ovos!
- Se procura boas fontes de fibra, prefira as frutas e os legumes.
- Se realmente queres comer pão, procura um que seja integral (com os benefícios, mas também os prejuízos que esse facto aporta!), que não contenha aditivos alimentares e que também não faça uso de leveduras industriais rápidas (já que com fermentos naturais, diminui a necessidade de quantidade de gluten na própria receita, aumenta a quantidade de bactérias benéficas e tem uma validade mais extensa)

Referências.

Enviar um comentário

Designed by OddThemes | Distributed by Gooyaabi Templates