sábado, 12 de julho de 2014

Amido Resistente, O Que é?

O Amido resistente, é assim chamado por ser um tipo de amido que não é completamente decomposto e absorvido, ou seja é um amido que resiste à digestão. 

Todos os amidos são compostos por amilose e amilopectina, com grandes diferenças entre os dois. A amilopectina é altamente ramificada, deixando uma extensa área de superfície disponível para a digestão e produz um aumento maior do açúcar no sangue (e posteriormente, um grande aumento da insulina). Por outro lado a amilose é uma cadeia linear que limita a quantidade de área de superfície exposta para a digestão e são digeridos mais lentamente o que faz da amilose menos propensa a grandes quantidade de insulina.


O Amido resistente, ao contrário da maioria dos amidos, não são quebrados por enzimas no nosso intestino delgado em açúcar. Em vez disso o amido resistente faz o seu caminho para o cólon, onde é fermentado. E isso traz-nos imensas vantagens:

  • Inibe o crescimento de bactérias patogénicas
  • Ajuda a absorver minerais
  • Inibe absorção de compostos tóxicos e cancerígenos
  • Aumenta a circulação de nutrientes
  • Melhora a sensibilidade à insulina
  • Maior saciedade (pela maior libertação de leptina)
  • Alivia o síndrome de intestino irritável (o amido resistente adiciona volume e água às fezes)
  • Melhor composição corporal (A quantidade de energia que fornece é 30-50% inferior aos hidratos de carbono complexos digeríveis)
O feijão branco, as bananas (especialmente quando ainda estão verdes, quanto mais verdes estiverem mais AR têm) e as batatas são dos alimentos mais ricos em amido resistente.

Nós absorvemos mais energia (calorias) de hidratos de carbono provenientes de alimentos altamente refinados e processados​​, e o problema energético é só a ponta do iceberg, pois se deixarmos as máquinas industriais (de produção de alimentos JUNK) fazerem a digestão por nós então ficamos com amidos altamente digeríveis o que não é bom para o controle da glicose, para o controle do peso, e muito menos para a saúde intestinal. 


Sem comentários:

Enviar um comentário