segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Cúrcuma, a Especiaria dos Deuses!

A Cúrcuma é um tempero que é da família do açafrão e tem sido utilizado não só através do consumo alimentar mas também na medicina pelas suas propriedades medicinais para várias patologias.

São vários os estudos sobre a cúrcuma  e sobre várias indicações desde as suas propriedades antioxidantes, anti-inflamatória, anti-viral, hepatoprotector e anti cancerígenas, tanto em ratos como em humanos.

-Anticancer potential of curcumin: preclinical and clinical studies.
-Safety and anti-inflammatory activity of curcumin: a component of tumeric (Curcuma longa).
-Curcumin protects against hepatic and renal injuries mediated by inducible nitric oxide synthase during selenium-induced toxicity in Wistar rats.
-Dietary curcumin increases antioxidant defenses in lung, ameliorates radiation-induced pulmonary fibrosis, and improves survival in mice.

Há também estudo a confirmar toda a utilidade da cúrcuma em doentes com Alzheimer:


Segundo vários estudos o processo através do qual a doença de alzheimer degrada as células nervosas é através da inflamação e danos oxidativos.

Pode ver aqui:
-Curcuminoids enhance amyloid-beta uptake by macrophages of Alzheimer's disease patients.
-Curcumin inhibits dose-dependently and time-dependently neuroglial cell proliferation and growth.

Os dados que estes estudo nos fornecem é que a cúrcuma actua continuamente ao longo de um período de tempo. E que mesmo em doses baixas pode ser tão eficaz que em doses mais elevadas, desde que tomado por um período mais longo e que em doentes com Alzheimer, as suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes  são a explicação do seu papel preventivo.

Não precisava de esta informação toda para me convencer a utilizar a cúrcuma, afinal sou um fã incondicional do sabor que esta especiaria dá aos alimentos.

Este é um arroz feito no forno com açafrão, em breve colocarei a receita aqui no blog!
Pode consumir sobre a forma de cápsulas ou em pó mas a verdade é que como apreciador da riqueza do seu sabor prefiro consumir em pó e como vimos nos estudos é apenas preciso uma pequena quantidade diária para usufruir das suas imensas propriedades!


2 comentários:

  1. É a mesma curcuma que se usa na culinária, certo?

    ResponderEliminar
  2. Olá será que podias colocar,uma receita ou então uma bebida ou um chá usando esta especiaria.
    Obrigada

    ResponderEliminar