domingo, 18 de outubro de 2015

Corpo Magro aos 18 Anos e Gordo aos 30/40 Anos...O Que Realmente Aconteceu Pelo Meio?


Se já leste o título deste artigo e se tens 30 ou mais anos, já ficaste a pensar nas pessoas que fazem parte do teu circulo de amigo e que (maioritariamente) aconteceu tal e qual como escrevi. Aos 18 anos eram magrinhos, mas agora que têm 30 anos (às vezes até bem menos!!) ou são gordos ou no mínimo têm já um perímetro abdominal considerável.

Pois bem a imagem que coloquei também ela não é inocente e desvenda grande parte do questão. Somos realmente o resultado de um corpo com centenas de milhares de ano que vive INADAPTADO aos alimentos que hoje em dia consumimos e temos como sendo "normais".

A verdade é que toda a população (tirando raros casos) chega aos 18 anos de idade com consumo diário de alimentos industrializados ricos em açúcar (em todas as suas versões: Açúcar, Xarope de Glucose, Xarope de Glucose com Alto teor em fructose, Xarope de Milho, Dextrose.......e se adicionarmos a isso a farinhas como milho, trigo, centeio.
Em termos práticos não andará longe dos conhecidos: Nestum / Chocapic / Produtos de Pastelaria / Bolachas / Sumos / Refrigerantes / Pão / etc etc etc).

Mas mesmo consumindo estes alimentos durante pelo menos duas décadas, muitos dos jovens ainda se mantêm magros e isso tem uma razão: Foram beneficiados com um pâncreas MUITO saudável, sem crises de hiperinsulinismo, apesar das "agressões" diárias a que são sujeitos durante estas décadas.

A verdade é esta, muitos de nós começamos com um pâncreas saudável que nos permite permanecer magros durante muitos anos, apesar dos maus hábitos alimentares, alimentos esses que de nada têm em comum com os alimentos que nós, seres humanos, evoluímos como espécies ao longo de milhões de gerações.

O pior, porém, ainda está para vir na medida em que por volta dos 30 anos (na melhor das hipóteses 40!!) começamos a ganhar peso (ou gordura abdominal), e em alguns casos chegam a casos de obesidade/ pré-diabetes e isto acontece por uma razão, o pâncreas aguenta-se durante vários anos (é incrível a capacidade do nosso corpo!) mas ao final de alguns anos esse mesmo pâncreas fica incapaz e torna-nos metabolicamente doentes (fazendo que mesmo comendo por vezes metade daquilo que comiam com 18 anos, aumentem peso sem que consigam ter qualquer controle).

Basta olharem à vossa volta para perceberem que o título do artigo faz todo o sentido.

1 comentário:

  1. Imaginando que após 20 e tal anos de agressões, um individuo decide adotar um estilo de vida sem a maioria dessas porcarias. O pâncreas recupera dessas mazelas com o tempo? (não sei se será a expressão mais correta).

    ResponderEliminar