terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Bacon?! O que há de errado?!


Afinal de contas o que há de errado com o Bacon? Antes de qualquer resposta, acho que vale a pena perceber como é que o Bacon é produzido, para aí sim tirarmos algumas conclusões.

Como é que é produzida a grande maioria de carne de porco que nos chega à mesa?
Certamente que não é uma carne "caseira" alimentada a bolotas e só esse facto altera a qualidade da carne que consumimos (ver aqui). Mas isso não é um problema exclusivo do Bacon que nos chega à mesa, isso é um problema de qualquer outro alimento de produção intensiva tais como o Frango, Carne de Vaca, Salmão ou outro qualquer peixe de aquacultura.

Outra questão menos importante é percebermos que o Bacon é escolhido das partes com mais gordura e menos músculo do Porco. E o resultado dessa selecção é um alimento com mais gordura e menos proteína que a carne de porco "natural". Que posteriormente ainda será misturado com sal de má qualidade, nitratos (resultado de qualquer carne fumada), reguladores de acidez, açúcar (ainda que pouco), conservantes, entre outras maravilhas da industria alimentar.

Mesmo assim, estamos na presença de um alimento incomparavelmente melhor que por exemplo o fiambre (mesmo o de peru ou de qualquer outro animal.Ver aqui: Fiambre Nobre "cuida-t +" / Fiambre de Peru )


Sendo um produto pior que a carne vermelha "natural" e muito pior que qualquer carne em que o animal tenha sido criado em liberdade com acesso a pastos, posso afirmar que é uma escolha melhor que centenas/milhares de produtos que enchem as prateleiras de qualquer supermercado e que não foram alvos da Organização Mundial da Saúde. E posso desde já enumerar alguns: Bolacha Maria (Ups!), Pão (Ups!), Cereais de Pequeno Almoço (Ups!), ou qualquer "docinho" ou "chocolate" que muitas das pessoas juram não poderem viver sem comer um "pedacinho" por dia...

A lista é interminável e fazem parte do menu diária da grande maioria dos Portugueses e que de alguma maneira lhes irá afectar a saúde.

De qualquer maneira o que torna o Bacon um alimento menos apetecível do ponto de vista nutricional é a sua produção industrial. As boas notícias para todos os amantes do Bacon é que podemos, nós próprios, produzir uma versão HomeMade do Bacon e torná-lo assim num alimento de elevada qualidade.

1 comentário: