sábado, 22 de outubro de 2016

Probióticos, indicações clínicas sugeridas


Conhecidos por serem fortes aliados da flora intestinal os probióticos podem ser uma ajuda preciosa nas seguintes indicações clinicas:

  • ONCOLOGIA
  1. Para prevenir o desenvolvimento do cancro
  2. Limitar o progresso do crescimento maligno
  3. Melhorar a qualidade de vida dos pacientes com cancro
  • IMUNOLOGIA 
  1. Estimular o sistema imunitário em pacientes imunossuprimidos
  2. Reduzir a rejeição precoce em doentes transplantados
  • ALERGOLOGIA
  1. Reduzir as manifestações alérgicas
  • REUMATOLOGIA
  1. Reduzir o desenvolvimento e os sintomas da artrite reumatóide 
  • NEFROLOGIA
  1. Prevenir infecções em pacientes de hemodiálise 
  • CIRURGIA
  1. Para reduzir a morbidade cirúrgica 
  • GASTROENTEROLOGIA
  1. Prevenir e reduzir diarreia 
  2. Tratar diarreia associada ao tratamento com antibioticos 
  3. Prevenir e reduzir infecções por helicobacter
  4. Reduzir os sintomas da síndrome do intestino irritável
  • NUTRIÇÃO CLÍNICA
  1. Para pessoas ou pacientes que não podem comer a quantidade recomendada de frutas e legumes frescos
  2. Para pacientes que estão a ser nutridos por uma forma diferente da gastro-intestinal
  • DOENÇAS INFECCIOSAS
  1. Para melhorar a qualidade de vida e reduzir a morbidez em doentes com HIV
  • HEMATOLOGIA
  1. Para prevenir complicações em pacientes com doenças hematológicas graves
  • GINECOLOGIA
  1. Para reduzir a vaginose bacteriana (infecção)

Numa dieta "moderna" composta por muitos poucos micro organismos probioticos, demasiados factores de crescimento e hormonas provenientes da maneira como fazemos crescer os animais que comemos hoje em dia e do leite bovino ingerido sem precedentes na nossa evolução (que atrasa a apoptose, a morte de células que ocorre como uma parte normal e controlada do crescimento ou desenvolvimento de um organismo e melhora o desenvolvimento de tumores), demasiado açúcar refinado, poucas fibras, muito sódio, poucos antioxidantes acha que deve deixar de parte a toma de probioticos?

Da dieta ancestral para a dieta moderna há um mundo de diferenças:



Sem comentários:

Enviar um comentário