quinta-feira, 17 de março de 2016

Alimentar a nossa microbiota, todos os dias!


As espécies de bactérias que colonizam o nosso intestino podem determinar as interacções que estabelecemos  com o ambiente, protegendo-nos ou predispondo-nos para o desenvolvimento de alergias e autoimunidade. Podem inibir ou intensificar as inflamações no corpo, a obesidade e podem até influenciar a função mental e o nosso bem estar emocional.

Factores como a forma como nascemos (parto natural vs. cesariana vs prematuro), uso de antibióticos, higiene a mais em sociedades industrializadas, dieta ocidental, ajudam a explicar o grande aumento de casos de alergias e de doenças autoimunes.

Sendo verdade todos os factores que enumerei, a parte positiva é que podemos mudar para melhor, com uma dieta adequada (rica em pré-bioticos que favorecem a o crescimento de bactérias boas). E devemos fazê-lo todos os dias, na medida em que, essas bactérias estão completamente dependentes das nossas escolhas alimentares.

Delivery mode shapes the acquisition and structure of the initial microbiota across multiple body habitats in newborns. -- O primeiro contacto dos bebés, que nascem de cesariana, com as bactérias é muito diferente (deixam de ter o primeiro contacto, com a microbiota vaginal da Mãe).

16S rRNA gene-based analysis of fecal microbiota from preterm infants with and without necrotizing enterocolitis. -- As crianças que nascem prematuras normalmente têm pela frente vários problemas de saúde devido à imaturidade do trato gastrointestinal e talvez por terem uma menor variedade de bactérias na microbiota. Há até um estudo (Probiotic Supplementation in Preterm Infants: It Is Time to Change Practice) com bebés prematuros que receberam bactérias benéficas através de um suplemento probiótico são menos propensos a desenvolver necrotizing enterocolitis do que aqueles que não receberam qualquer terapia bacteriana.

Infant antibiotic exposures and early-life body mass -- Destruição profunda e imediata da comunidade intestinal com a exposição aos antibióticos. Comunidade essa que nunca mais voltará a ser exactamente a mesma.

The farm effect, or: when, what and how a farming environment protects from asthma and allergic disease. -- Crianças que nascem em quintas têm menos alergias que as crianças que vivem em casas mais higienizadas.mais

An obesity-associated gut microbiome with increased capacity for energy harvest -- Microbiota e obesidade

O que conhecemos da microbiota intestinal é ainda um pequena ponta do iceberg. Mas mais que nunca a comunidade cientifica está empenhada no seu descortino, para tentar desvendar o que está por detrás da prevalência de males predominantemente ocidentais.

Batido comPera, Banana Verde, Espinafres, Kefir



1 comentário:

  1. "dieta adequada (rica em pré-bioticos que favorecem a o crescimento de bactérias boas"

    e que alimentos concrectos serão esses?

    ResponderEliminar