domingo, 16 de novembro de 2014

E quando os Ovos Caseiros já escasseiam....

Chegamos àquela altura do ano em que as galinhas poedeiras "caseiras" não recebem a luz natural que necessitam para a produção de ovos, pelo menos com a regularidade que nos habituaram (as galinhas de aviário recebem luz artificial para que mantenham a produção de ovos normalizada) e o resultado disso mesmo é um abrandamento, se não mesmo estagnação na produção.

Posso desde já vos dizer, que procurei por mais de quatro pessoas que têm galinhas poedeiras em casa e a resposta foi sempre a mesma "não temos ovos nem para nosso consumo".

Foi esta a história, que me fez escrever este artigo, pois tendo um stock reduzido em casa de ovos caseiros, fui obrigado a ir a um supermercado comprar ovos (algo que já não acontecia há muitos meses).


Para os mais desinformados, parecem ser uns excelentes ovos, afinal são ovos de galinhas em "liberdade" (mas o que significa liberdade?quantos minutos por dia? Em que espaço?). Mas e o que dizer da base alimentar, como nos diz o rótulo, à base dos melhores cereais? Melhores cereais?

Foi aqui que fiquei curioso e não mais descansei enquanto não fui ao site da empresa CAC (www.ovoscac.com), para ver quais eram mesmo a base desses "melhores cereais".

Não posso dizer que tenha ficado surpreendido, afinal é mais do mesmo, se não vejamos:
 "As rações produzidas pela ALIMAVE destinam-se exclusivamente a galinhas poedeiras, incluindo toda a sua cadeia de produção (cria, recria e produção de ovos). Com matérias-primas à base de cereais (milho, soja, trigo e girassol), pré-mixes e líquidos, como o óleo de girassol, a qualidade das rações da ALIMAVE é controlada mensalmente, em laboratórios independentes"

Milho, soja. trigo...onde é que eu já vi isto!!?

O resultado desta alimentação das galinhas poedeiras da CAC, não podia ser outro que não este:


É fácil identificar qual destes três ovos é o ovo da galinha que se alimenta à base de cereais. Afinal a cor alaranjada não o deixa ficar camuflado. Os outros dois são ovos caseiros (bem amarelos, pois têm uma base alimentar bem diferente, e que lhes permite ter um perfil nutricional também este, bem diferente).

O milho e a soja, servem para tudo, mas há um grande preço a pagar....

5 comentários:

  1. Boa leitura :) Uma vez que muita gente não tem acesso a ovos realmente caseiros, aconselhas alguma marca que engane menos que as outras? Abraço.

    ResponderEliminar
  2. tenho a mesma pergunta que o Nuno, para quem não consegue ovos caseiros como fazer? Não os consumir, ou há marcas que apesar de tudo podemos consumir em segurança?

    ResponderEliminar
  3. Eu tb sou uma grande consumidora de ovos, mas fiquei com a seguinte questão: para quem não consegue ovos caseiros a solução é não consumi-los ou há alguma marca que nos permita consumi-los com segurança

    ResponderEliminar
  4. Eu procuro por ovos com certificado orgânico.
    Para receitas de panquecas (e afins...) é possível substituir ovos por sementes: 1 ovo=uma colher de sobremesa de linhaça para três colheres de sobremesa de água na trituradora até ficar uma pasta homogénea

    ResponderEliminar
  5. Eu procuro sempre por ovos com certificado orgânico
    Mas existem versões veganas de bolos. Em geral um ovo corresponde a uma colher de chá de sementes de linhaça para 3 colheres de chá de água, colocar a mistura na liquidificadora até ficar com uma pasta homogénea

    ResponderEliminar