sexta-feira, 4 de setembro de 2015

A (des)informação continua....

Informação é poder...e o ditado popular não deixa enganar "em terra de cego....."

Imagem retirada de uma revista de "saúde" que esteve nas bancas no mês de Agosto.
Não tem faltado literatura cientifica, no que toca ao efeito da exposição ao Glúten sobre a permeabilidade intestinal em TODOS os indivíduos, independentemente da existência ou não de doença celíaca. Ver aqui:
Effect of Gliadin on Permeability of Intestinal Biopsy Explants from Celiac Disease Patients and Patients with Non-Celiac Gluten Sensitivity

Há algum risco de viver com uma dieta sem Gluten? ZERO! (A nossa história evolutiva tem a resposta a essa pergunta!)

Já o risco e consequências de uma dieta com Glúten são enumeras e todas elas podem nos direccionar a doenças auto imunes, graças à permeabilidade intestinal causada por vários factores (entre outros factores, álcool, anti-nutrientes, saponinas, e...glúten!)

Representação de um modelo proposto para o início de doenças auto imunes.
Há uma variedade de doenças em que foi sugerido que a permeabilidade é importante.


Modelo hipotético da contribuição permeabilidade para a diabetes tipo 1.
Acho que a ciência no tem indicado que o glúten pode contribuir para doenças auto-imunes. Tanto in vitro como in vivo há a demonstração que a gliadina pode aumentar a permeabilidade intestinal e activar o sistema imunitário e com isso quero dizer que não faz sentido nenhum a afirmação contida na primeira imagem. Não, o gluten não deve ser parte integrante da nossa alimentação.

Talvez deva parecer um Alien por não querer tocar em glúten, mas não faço mais do aquilo que eu próprio acredito como sendo o correcto.

Sem comentários:

Enviar um comentário